18 de jan de 2014

Apple poderia estar desenvolvendo "leitor de sangue" e de íris

Apple poderia estar desenvolvendo

A Apple continua contratando pessoal especializado em desenvolvimento de aparelhos para leitura biométrica e os mais novos integrantes dessa área na Maçã são dois especialistas em “leitura de sangue”. Sim, estranho, porém plausível. Uma tecnologia desse tipo estaria sendo desenvolvida na empresa de uma forma que não fosse necessário furar a pele dos usuários sempre que se desejasse analisar níveis de glicose, potássio e outros elementos na corrente sanguínea dessas pessoas. Diabéticos e outros usuários com doenças similares poderiam se beneficiar bastante de algo assim. Nada de agulhas para o resto da vida.


Esse leitor de sangue sem agulhas, entretanto, não seria implantado em nenhum iPad ou iPhone, mas sim em um provável iWatch, o relógio inteligente há muito esperado da Maçã. Esses rumores voltaram à tona por conta dos pesquisadores contratados. Um dos nomes é Nancy Dougherty, que já trabalhou em uma empresa que estava desenvolvendo uma tecnologia de análise sanguínea muito similar ao que se fala nos rumores.

Além disso, o 9to5Mac ainda comenta que há a possibilidade de a Apple remover o leitor de impressões digitais do botão home do iPhone e, eventualmente, incorporar essa tecnologia diretamente na tela dos seus novos dispositivos. Isso poderia inclusive significar no fim do botão home.

Outra investida na área da leitura biométrica seria a implementação de um leitor de íris nos seus dispositivos. Esse detalhe, entretanto, não conta com nenhuma informação concreta para apoiar tal teoria. Dessa forma, fica entendido que se trata de um rumor de evolução natural, já que a Samsung chegou a confirmar que estuda usar a tecnologia em seus aparelhos no futuro e a Apple poderia seguir o mesmo caminho mais tarde.



Fonte: 9to5Mac