5 de fev de 2014

Apple é processada por causa do chip do iPhone 5s


A Apple foi processada pela Alumni Research Foundation, que cuida de licenciamento de patentes para a Universidade de Wisconsin, por supostamente ter infringido os registros da instituição para criar o chip A7 - que equipa iPhone 5s, iPad Air e iPad mini com tela Retina.

A marca da maçã teria copiado uma tecnologia criada pela universidade que acelera a execução de instruções do processador.

A patente em questão foi registrada em 1998 e, segundo a instituição, a Apple tinha conhecimento dela, pois a teria citado diversas vezes em registros recentes feitos pela empresa - fato que pode aumentar a pena a ser paga, caso a Apple seja condenada.

Não foram divulgados os valores pedidos, mas a universidade quer que a Apple interrompa as vendas dos produtos que tenham o chip instalado até resolver a situação.