18 de fev de 2014

Em mãos: Nokia Lumia 1320 e 1520, os smartphones com tela de 6 polegadas que chegam ao Brasil em março

lumia-1320-1520-hands-on
Quem gosta de smartphones com tela grande terá mais uma opção de sistema operacional dentro de algumas semanas: com Windows Phone 8 e atualização Lumia Black de fábrica, os novos Lumia 1320 e Lumia 1520 começarão a ser vendidos pela Nokia no Brasil em março. Os dois aparelhos foram apresentados à imprensa na tarde desta segunda-feira (17). Nós fomos dar uma olhada de perto para ver o que eles têm de bom.

Ambos possuem tela de 6 polegadas, design que lembra outros aparelhos da marca e bateria gigante de 3.400 mAh, mas são focados em públicos distintos: enquanto o Lumia 1320 é um aparelho mais simples e será lançado por 1.399 reais, o Lumia 1520 reúne componentes de hardware superiores (e uma pequena diferença no software que explico depois) e chega por 2.399 reais, mesmo valor cobrado pelo Lumia 1020 na época do lançamento.

A diferença de categoria fica evidente quando olhamos de perto: o Lumia 1520 tem linhas retas e um grande orifício para a lente da câmera que lembra muito o Lumia 925, enquanto o Lumia 1320 possui cantos mais arredondados e uma traseira que nos remete ao Lumia 625. A traseira do Lumia 1320 é removível, mas a bateria não: ao remover a tampa, você terá acesso apenas ao slot do Micro-SIM e uma entrada para microSD de até 64 GB.

Traseira do Lumia 1320: quase um Lumia 625 esticado
Lumia 1520 se parece mais com o Lumia 925 (e a traseira não é removível)
As entradas para Micro-SIM e microSD ficam bem próximas no Lumia 1320
No Lumia 1520, você precisa de uma pequena chave inclusa na caixa para ter acesso aos slots Nano-SIM e microSD
É interessante como o tamanho da tela muda a sensação de peso e espessura. No papel, Lumia 1320 e Lumia 1520 não são nada leves (220 gramas e 209 gramas, respectivamente) e não chegam nem perto de serem os mais finos do mercado (9,8 mm e 8,7 mm, respectivamente), mas aparentemente a tela grande equilibrou as coisas: eles parecem mais finos do que realmente são e o peso não me incomodou tanto, diferente do que aconteceu com o Lumia 920.

Com cerca de 9 mm de espessura, eles parecem mais finos do que realmente são
Mas algumas coisas não mudam, claro. Eles foram feitos para serem segurados com as duas mãos; manuseá-los apenas com uma mão é humanamente impossível de ser feito com segurança. Ou seja, navegar na internet enquanto segura a barra de apoio do ônibus lotado deve ser meio complicado. E colocá-lo na altura do ouvido para atender uma chamada é estranho, apesar da função de telefone ser cada vez menos usada em um telefone.

O iPhone 5s e sua tela de 4 polegadas é um mini celular perto do grandalhão Lumia 1520
Sim, foi necessário afastar bastante o braço para tirar essa foto
As telas possuem o mesmo tamanho de 6 polegadas, mas resoluções distintas: o Lumia 1320 tem 1280×720 pixels, enquanto o Lumia 1520 é o primeiro Windows Phone com resolução de 1920×1080 pixels. A diferença de definição não fica clara logo de início, portanto, a não ser que seus olhos sejam muito bons ou você use o aparelho colado no rosto, provavelmente os 245 pixels por polegada do Lumia 1320 não serão motivo de decepção.

No entanto, a qualidade muda: ambas as telas são apontadas como tendo painel IPS e tecnologia ClearBlack, mas a tela do Lumia 1520 é ligeiramente superior, com brilho maior, pretos mais profundos e cores mais vivas que as do irmão mais barato. Curiosamente, a Nokia decidiu colocar o novo Gorilla Glass 3 na tela do Lumia 1320 e proteção Gorilla Glass 2 no topo de linha Lumia 1520; talvez este último seja um projeto mais antigo, de quando a Corning ainda não havia anunciado a nova versão do vidro resistente a arranhões.

O maior destaque do Lumia 1520 é a câmera com sensor de 20 MP e estabilizador ótico de imagem, que não é tão avançada quanto a do Lumia 1020 e não formou um grande calombo na traseira, mas herdou algumas características. As fotos podem ser salvas com resolução total de 19 MP ou 16 MP (proporção 4:3 ou 16:9) e 5 MP com oversampling para serem compartilhadas em redes sociais ou fazer impressões em tamanhos menores.

Dois flashes LED, quatro microfones e lentes Carl Zeiss no Lumia 1520
Lumia 1520 também tem oversampling
É possível dar zoom sem perda de definição de até 2x, fazer ajustes mais avançados no aplicativo Nokia Camera (tempo de exposição, ISO e outros) e salvar fotos cruas em DNG para serem manipuladas e tratadas com mais liberdade em editores de imagens. Pelas poucas fotos que tirei, a câmera parece ser razoavelmente boa em ambientes internos com iluminação prejudicada, mas é necessário fazer mais testes antes de tirar qualquer conclusão.

No software, ambos trazem as atualizações Lumia Black e Update 3 de fábrica, que adicionaram, entre outras novidades, um botão para fechar aplicativos na tela de multitarefa, opção para bloquear a rotação da tela e suporte a pastas de apps na tela inicial. A interface do Windows Phone 8 aproveita a tela maior adicionando uma terceira coluna de Live Tiles.

Mais uma coluna de Live Tiles para as telas grandes
O Here Maps tem uma particularidade que, pessoalmente, não havia notado antes: o Lumia 1520 possui licença global (dá para baixar quantos mapas offline quiser), enquanto o Lumia 1320 tem licença local (apenas o mapa do Brasil pode ser armazenado offline). Isso começou depois da primeira leva de smartphones da Nokia com Windows Phone 8: o Lumia 620, lançado em fevereiro de 2013, tem licença global, enquanto o Lumia 720, que chegou ao Brasil em abril, possui apenas licença local.

Em relação ao desempenho, nada a reclamar: os dois exibiram animações fluidas e foram capazes de rodar sem dificuldades joguinhos com gráficos mais elaborados, como Asphalt 8: Airborne. Apesar disso, há grandes diferenças no hardware: enquanto o Lumia 1320 tem processador e GPU mais simples, o Lumia 1520 junta alguns dos melhores componentes disponíveis hoje. É verdade que o Windows Phone consegue rodar bem em aparelhos mais baratos, mas números grandes são um ótimo chamariz. Focando nas diferenças, a ficha de especificações é a seguinte:

Lumia 1320

nokia-lumia-1320-lateral
  • Processador: dual-core Snapdragon 400 de 1,7 GHz;
  • GPU: Adreno 305;
  • Tela: IPS de 6 polegadas (1280×720 pixels), Gorilla Glass 3, brilho de 550 nits;
  • RAM: 1 GB;
  • Armazenamento interno: 8 GB (com entrada para microSD de até 64 GB);
  • Câmera: 5 MP (traseira) e VGA (frontal);
  • Conectividade: 4G (100 Mb/s), Bluetooth 4.0 e Wi-Fi 802.11n;
  • Chip da operadora: Micro-SIM;
  • Bateria: 3.400 mAh.

Lumia 1520

nokia-lumia-1520-lateral
  • Processador: quad-core Snapdragon 800 de 2,2 GHz;
  • GPU: Adreno 330;
  • Tela: IPS de 6 polegadas (1920×1080 pixels), Gorilla Glass 2, brilho de 600 nits;
  • RAM: 2 GB;
  • Armazenamento interno: 32 GB (com entrada para microSD de até 64 GB);
  • Câmera: 20 MP (traseira) e 1,3 MP (frontal);
  • Conectividade: 4G (150 Mb/s), Bluetooth 4.0, Wi-Fi 802.11ac e NFC;
  • Chip da operadora: Nano-SIM;
  • Bateria: 3.400 mAh com suporte a carregamento sem fio.

De acordo com a Nokia, os aparelhos são focados em entretenimento e produtividade, já que possuem tela grande para ver filmes e vêm de fábrica com o pacote Office. Eu ainda prefiro smartphones com telas menores, mas reconheço que há público para isso, e o Lumia 1320 tem potencial para conquistar uma boa clientela: apesar de não ser exatamente barato, o mercado brasileiro ainda carece de aparelhos com telas grandes e preços menores.

Faremos um review completo dos lançamentos da Nokia em breve, especialmente para vermos a qualidade da câmera, o desempenho no dia a dia e a autonomia. A gerente de produtos da Nokia Brasil, Fernanda Camargo, afirma que a bateria de 3.400 mAh do Lumia 1520 costuma durar um dia e meio com uso constante, o que parece ser uma boa marca.

Lumia 1320 e Lumia 1520 têm previsão para serem vendidos em todo o Brasil em março, no varejo e nas lojas físicas e online da Nokia. A empresa diz que, em alguns locais, especialmente no caso da loja da Nokia em Manaus, os aparelhos podem chegar antes: eles são distribuídos à medida que forem produzidos na fábrica da Nokia. Seguindo o modelo de lançamentos anteriores da Nokia no Brasil, os aparelhos chegam apenas nas cores preta e branca.