20 de mar de 2014

Intel anuncia Core i7 Extreme Edition octa-core com suporte a memórias DDR4

Durante a Game Developers Conference, que está acontecendo nesta semana em San Francisco, na Califórnia, a Intel anunciou um novo processador Core i7 Extreme Edition baseado na plataforma Haswell-E, para entusiastas e pessoas com bastante dinheiro para gastar. De acordo com a Intel, o chip terá oito núcleos e 16 threads e suportará os novos módulos de memória DDR4.
Este será o primeiro processador da Intel para desktops com oito núcleos. No mês passado, a Intel havia lançado chips Xeon E7 com 15 núcleos de até 2,8 GHz, mas eles eram voltados para servidores. A AMD já possui processadores para desktops com oito núcleos há bastante tempo, mas eles não competem diretamente com os mais caros da Intel e não surpreenderam tanto quanto as especificações: o octa-core FX-9590 de 4,7 GHz, por exemplo, perdia do quad-core Core i7-4770K de 3,5 GHz em vários benchmarks.
intel-core-i7-extreme
Assim como os processadores Sandy Bridge-E e Ivy Bridge-E, também voltados para entusiastas, o Haswell-E usará o socket LGA 2011 e trabalhará em conjunto com o chipset X99. Ainda não há muitos detalhes oficiais sobre o chipset, mas especula-se que ele terá suporte nativo a até 14 portas USB (sendo seis USB 3.0), dez portas SATA de 6 Gb/s e suporte a memórias DDR4 de até 2.133 MHz.
Os novos chips Haswell-E chegam ao mercado no segundo semestre de 2014. A Intel ainda não revelou preços nem informações detalhadas do Core i7 octa-core. No Brasil, o Core i7-4960X Extreme Edition, com seis núcleos de 3,6 GHz, chega a ser vendido por mais de 4.000 reais, então não espere nada muito barato.
Como o novo chip será caro, os módulos DDR4 ainda devem demorar mais algum tempo para se popularizar. Além disso, o suporte estará apenas no estágio inicial: a frequência de 2.133 MHz ainda é baixa para um módulo DDR4. Assim como aconteceu com as DDR3, a frequência deve aumentar à medida que os processos de fabricação forem melhorando e as memórias DDR4 de 4.266 MHz devem aparecer em alguns anos.

Com informações: AnandTech.