28 de nov de 2013

WhatsApp é líder no Brasil; americanos usam mais Facebook Messenger

WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais usado no Brasil com 72% do mercado. Já o Facebook Messenger é popular nos Estados Unidos, mas por aqui tem 49% de adoção por donos de smartphones Android e iOS. Os resultados são da pesquisa do On Device Research, que ouviu 3.759 usuários de smartphones no Brasil, EUA, África do Sul, China e Indonésia.


WhatsApp é o preferido de brasileiros, sul-africanos e indonésios. Facebook Messenger ainda domina nos EUA (Reprodução/On Device)

Facebook Messenger é o aplicativo preferido de 46% dos norte-americanos. Por lá, o WhatsApp começa a desafiar o Facebook com o público de 16 a 24 anos, ficando com 35% do mercado. O Twitter aparece como terceira opção, com 24%, na preferência dos americanos.
Snapchat também estava incluído na pesquisa que mostrou a utilização do aplicativo por 20% dos jovens americanos. O uso não é contínuo tendo sido verificado pelo menos uma vez por semana. No entanto, o volume de fotos compartilhadas por meio do aplicativo já passa de 400 milhões diariamente e supera o volume compartilhado pelo Facebook via smartphone.
O estudo mostrou ainda que em países como China, África do Sul e Indonésia, o WhatsApp e WeChat reinam absolutos. Na China, o WeChat tem impressionantes 93% de adoção, enquanto concorrentes como Sina Weibo (46%) e o BBM (6%) o seguem à distância. Na África do Sul e Indonésia o WhatsApp também domina com 68% e 43%, respectivamente. O Facebook tem 47% de uso no país sul-africano e o BBM 34%. Na Indonésia a briga é mais equilibrada. O BBM possui 37% de adoção e o Line 36%.
A boa colocação do BBM está vinculada ao fato do mensageiro da BlackBerry Messenger ter sido disponibilizado para os sistemas iOS e Android recentemente. Em setembro o aplicativo passou a figurar no portfólio da App Store e Google Play e em novembro já se encontrava em segundo e terceiro lugar dentre os apps de mensagens mais populares na Indonésia e África do Sul.
O levantamento ainda constatou que 58% dos usuários não costumam utilizar apenas um dos aplicativos. As explicações encontradas foram de que os amigos usam diferentes mensageiros e 52% das pessoas afirmaram que instalaram o app por causa dos recursos.
O crescimento do uso dos aplicativos de mensagem também demonstra que o crescimento da comunicação via IP tem ultrapassado o SMS como ferramenta de comunicação diária. Os entrevistados nos cinco países revelaram usar aplicativos de comunicação via IP 10 vezes ou mais por dia.