6 de jan de 2014

Novo chip Nvidia Tegra K1 tem incríveis 192 núcleos

SONY DSC

Para começar toda a loucura anual da CES, a Nvidia anunciou o Tegra K1, o primeiro processador da empresa com 192 núcleos CUDA. Isso parece mais algo para desktops, e não para mobile, certo? Em partes, sim. De acordo com a Nvidia, ele é a ponte entre as placas de desktop Kepler e os chips Tegra mobile. Não apenas o Tegra 5, mas também o Tegra 5000. Sim. É um chip móvel com coração de desktop.
E se isso soa muito otimista para você, é porque realmente é. Mas a Nvidia anunciou que a Epic Games está adaptando a Unreal Engine 4, uma das principais engines da nova geração de videogames, para o K1. Isso é enorme. E significa que desenvolvedores de jogos podem se beneficiar muito da K1.
Eis um pouco dela. Este rosto está sendo renderizado na K1. Nós já vimos este rosto antes, mas não em um chip móvel:
SONY DSC
Eis algumas explosões:
SONY DSC
E os benefícios não estão apenas em imagens fotorrealistas. O K1 também oferece muitos ganhos em coisas como simulação de física, efeitos de partículas, sistemas de iluminação, e ainda tem suporte a DirectX 11 e OpenGL 4.4. De gráficos cartunescos estilizados a representações precisas de prédios de escritórios, o K1 oferece gráficos que poderiam facilmente se passar por algo visto em consoles da atual geração (e aqui já falando em Xbox One e PS4) e PC. Ele deixa os consoles antigos comendo poeira.
SONY DSC
Por fim, o Tegra K1 não virá apenas em uma configuração 32-bit quad-core (4+1 CPUs ARM Cortex-A15). Ele também será o primeiro a usar as aguardadas CPUs Denver da Nvidia, e também terá suporte a dois dos caras de 64-bits.
Tudo isso parece muito bom, e até agora o Tegra K1 parece incrível, um monstro de 192 núcleos que pode mudar para sempre os gráficos em dispositivos móveis, e diminuir a barreira entre eles e os “jogos de verdade”. Gears of War 4 no Shield 2? Em um tablet? Sim, é possível.
Mas todo esse potencial não significa nada até o Tegra K1 chegar ao mercado, e não temos pistas de onde ele deve aparecer. E quem sabe quanto os dispositivos com ele podem custar? É difícil imaginar algo diferente de “muito caro”. De qualquer forma, com apoio da Epic Games e Unreal Engine 4, é difícil também apostar que será um fracasso.