6 de fev de 2014

Apple retira da App Store o último aplicativo que negociava bitcoins

Apple retira da App Store o último aplicativo que negociava bitcoins


Enquanto
 hotéis-cassino já aceitam pagamentos em bitcoins, a Apple está mantendo longe qualquer tipo de transação com a moeda virtual em sua loja de aplicativos. Ontem a App Store retirou do ar o Blockchain, o último a realizar negociações com bitcoins no iOS, movimentando críticas no blog oficial do aplicativo a respeito da ação da companhia.


“Essas ações pela Apple demonstram mais uma vez a natureza anticompetitiva e caprichosa da Apple Store”, inicia a declaração da Blockchain. “Políticas que são claramente focadas em preservar o monopólio da Apple nos pagamentos e não se baseando em nenhuma consideração nas necessidades e nos desejos dos seus usuários.”

A postagem ainda comenta que a Apple não entrou em contato antes de retirar a ferramenta da App Store, e que a empresa enviou depois um email informando que tinha um “problema não resolvido” com a moeda digital.

O site sugere que as transações com bitcoins incomodam as grandes corporações, roubando o sucesso de algumas ferramentas como o Google Wallet. Nos últimos meses, a Apple também retirou os aplicativos Coinbase e CoinJar, que funcionavam como uma carteira de bitcoins. 

Outros apps que monitoram o preço da moeda digital ainda estão presentes na loja da Apple.