15 de mar de 2014

Google e Microsoft não querem saber de Windows e Android no mesmo computador, diz Wall Street Journal

Na CES 2014, realizada em janeiro, a Asus apresentou o laptop híbrido Transformer Book Duet, que se destaca por rodar Windows 8.1 e Android 4.2.2. Os planos da fabricante eram lançá-lo neste mês, mas é possível que nunca o vejamos no mercado: o modelo teria sido cancelado, segundo o The Wall Street Journal, com Google e Microsoft podendo estar por trás desta decisão.

A proposta do Transformer Book Duet é interessante: como laptop, o usuário o utiliza com o Windows 8.1; no modo de tablet, o Android. Daí a gente já começa a entender a oposição da Microsoft: o Windows 8.1 também foi desenvolvido para trabalhar com tablets, logo, delegar esta função ao Android é o mesmo que reconhecer que o primeiro sistema operacional não é adequado para estes dispositivos.

Asus Transformer Book Duet TD300

O Google, aparentemente, também não gostou nada do dual OS. Fontes próximas às empresas (Google e Asus) ouvidas pelo The Wall Street Journal afirmam que o pessoal de Mountain View quer que dispositivos com Android rodem apenas este sistema.

Pode parecer uma decisão estranha, afinal, o Google estaria “invadindo” o território da rival, mas há uma boa razão para a empresa refutar a ideia: de certa forma, o dual OS coloca Windows e Android de “mãos dadas”, o que não é muito interessante do ponto de vista do marketing.

Um memorando interno da Asus acessado pelo jornal confirma o cancelamento do Transformer Book Duet. Há ainda o risco do Transformer AIO, all-in-one com Windows e Android lançado em 2013, ser descontinuado. Até o momento, a Asus não fez qualquer pronunciamento sobre o assunto.

De qualquer forma, se Google e Microsoft tiverem mesmo fazendo pressão contra o dual OS, não é só a Asus que será afetada. Na CES 2014, a Intel havia anunciado planos de lançar uma solução específica para o desenvolvido de laptops com Windows e Android. Se o projeto for engavetado, provavelmente adiará os planos de outras fabricantes que já estavam considerando a ideia, entre elas, a Samsung.

Intel Dual OS (Fonte: Neowin)

Se esta resistência toda se confirmar, dual OS, pelo visto, só mesmo da maneira tradicional: o usuário instalando um segundo sistema operacional por conta própria, tal como era frequente com o Linux e o Windows em um passado recente.