5 de dez de 2013

Usuários do Android compram 40% dos iPads vendidos na BlackFriday americana


Usuários do Android compram 40% dos iPads vendidos na BlackFriday americana

Não é surpresa para ninguém que os iPads, geração após geração, são os itens mais vendidos em sua categoria, mesmo tendo o total de tablets Android em vias de superar o número de aparelhos do tipo com iOS no mundo. Pelo menos nos EUA, essa balança não deu sinais de estar pendendo para o mesmo lado que o resto do mundo por enquanto. Isso é o que mostram os resultados da última Black Friday que aconteceu por lá. De acordo com os InfoScout, 40% dos iPads vendidos pela sua plataforma na sexta-feira de promoções nos EUA foram parar nas mãos de usuários do Android.


Essa estatística foi calculada pela consultoria através de seus serviços integrados a aplicativos de lojas online. Dessa maneira, foi possível observar que quem possuía um aparelho Android também estava bastante interessado nos tablets da Apple, tanto que estava comprando o aparelho através de um dispositivo rodando o Robô.

É interessante notar que esses números são relacionados estritamente às vendas da Black Friday norte-americana. Nenhum dado desse tipo foi divulgado sobre a liquidação de mesmo nome que aconteceu no Brasil recentemente.

Vira-casaca?

Fora isso, há quem diga que esse interesse de usuários do Android em tablets com iOS é causado por dois motivos principais. O primeiro seria o grau infidelidade ao sistema operacional da Google por parte de muitos de seus usuários. Também se fala na ainda deficiente adaptação de muitas ferramentas do Robô para telas grandes, o que acaba acarretando em muitos aplicativos “esticados”.

O InfoScout explica também que foram analisados dados de mais de 90 mil compras de usuários de seus sistemas, o que revelou que os tablets da Apple foram os itens mais vendidos do evento entre todas as categorias. Fora isso, 40% das vendas realizadas pela plataforma poderiam ser atribuídas a usuários do Android através do cruzamento de dados das “fontes de compra” com o total de iPads vendidos.


Fonte: InfoScoutBGR